Comédia “Pai Ilegal” no Teatro Dulcina no Rio de Janeiro

Programação Digital

Comédia “Pai Ilegal” no Teatro Dulcina no Rio de Janeiro

Espetáculo “Pai Ilegal”, temporada prorrogada até 12 de junho de 2022, no Teatro Dulcina ( Rua Alcindo Guanabara, 17 – Centro ), no Rio de Janeiro – RJ. Sessões quintas e sextas às 19h e aos sábados e domingos, às 18h. Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada). Mais informações : (21) 2240-4879.


Com texto inédito de Ulisses Mattos e direção de Henrique Tavares, a comédia “Pai Ilegal” que reflete, com humor, os desafios do homem diante da paternidade e o desejo de aprovação na sociedade atual foi idealizado pelo protagonista Pedro Monteiro, que apresenta a segunda parte de uma trilogia teatral sobre a paternidade. Na peça, todo homem precisa passar por um difícil processo até obter seu certificado de pai

Em um futuro próximo, todo homem precisa fazer uma série de provas para se tornar pai. O processo não é simples. A vontade de ter um filho vai esbarrar na falta de preparo, na insegurança e até no machismo estrutural ainda presente na sociedade, que insiste em delegar para a mãe a maioria dos cuidados com o bebê. Quem insistir em ser pai sem cumprir todas as tarefas e ganhar seu certificado poderá ser detido e até preso. Este é o ponto de partida de “Pai Ilegal”, peça escrita por Ulisses Mattos, com direção de Henrique Tavares.

A peça acompanha a história de Gabriel, que vê sua vida mudar ao ser parado numa blitz policial. A documentação do carro está em dia, não houve consumo de álcool pelo motorista, mas há um grande problema: ele é um pai ilegal. O policial desconfia de uma fralda encontrada no carro, faz um teste do bafômetro e, logo, detecta a presença de talquinho, colônia de bebê, pomada pra assadura e tudo mais. Sim, no futuro a tecnologia já consegue detectar quem é pai e deter aqueles que não possuem certificado. No elenco, estão Pedro Monteiro (Gabriel), Gabriela Estevão (agente T) e Juliana Guimarães (Ísis).


Fonte Assessoria de Imprensa | Foto : Gabriela Estevão (esquerda), Pedro Monteiro (centro) e Juliana Guimarães (direita) por Beto Roma
Site Programação Digital : gestão de conteúdo e comercial da Sortimento Comunicação de Fábio Juchen


Related Posts